terça-feira, 9 de novembro de 2010

Arte Colonial Brasileira

"Em 1500 Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil, de 1500 a 1530, o período é conhecido como pré-colonial, nesse tempo o governo português ainda não havia esboçado nenhum plano para a ocupação das terras americanas.
Haviam somente as expedições ao litoral, para conhecer o território ou para extrair o precioso pau brasil que era um produto de grande importância econômica, muito usado na confecção de corantes para as manufaturas têxteis.
Para a extração do pau brasil, os portugueses contavam a ajuda dos nativos em troca de mercadorias de baixo valor econômico tais como vidro espelhos e facas, a essa troca deu-se o nome de escambo.
Em 1530, Portugal decide implementar a colonização, por questões econômicas já que o comércio com o oriente passava por uma fase complicada e outros países ameaçavam dominar o recém território descoberto.
O marco da ocupação portuguesa foi a expedição comandada por Martim Afonso de Sousa que percorreu grande parte do litoral do Brasil e partes do interior na busca de ouro e prata.
Em 1532 fundou a vila de São Vicente no litoral de São Paulo." (DIVALTE, 2002)
Até aquele momento, a relação com os índios ainda era amistosa, mas essa relação mudaria profundamente, com o êxito da expedição a coroa portuguesa decidiu iniciar o processo de colonização de maneira sistemática, criou então o tratado de tordesilhas.
Esse tratado consistia em dividir lotes de terras gigantescos que seriam administrados pelos altos funcionários da corte.
Ao todo eram quinze capitanias que eram administradas por doze donatários,vale ressaltar que cada donatário era apenas o administrados de cada espaço.
A experiência com as capitanias não deu certo, segundo Divalte apenas duas foram bem sucedidas : Pernambuco e São Vicente.
"De certa forma, o sistema de capitanias acabou se estendendo até meados do século XVIII, em 1548 a coroa criou o cargo de governador-geral que estaria acima dos donatários.




As construções dos primeiros 30 anos eram bem precárias, cercadas por palafitas para afastar os
ataques indígenas, os Jesuítas vieram para catequizar os índios, a Europa estava em plena reforma protestante, a igreja católica pretendia converter os nativos sem levar em conta que eles possuíam suas próprias crenças.
Ao lado vemos a igreja dos Reis Magos localizada em Nova Almeida no Espírito Santo.
Os jesuítas deram atenção à educação,impuseram parte da cultura européia aos índios, defendiam que os índios não deveriam ser escravizados lhes custando a expulsão da Colônia em 1759, a arte produzida por eles tinham função evangelizadora sendo mista com influências renascentistas, góticas, e até romântica, como elemento nativo.
Poucos nomes, de artistas índios chegaram até nós: o pintor Kabiyu; Gabriel Quiri e Inácio Paica que era gravador são alguns nomes que podemos destacar, no campo da escultura não se sabe o nome de nenhum escultor, embora fossem numerosos.

Em 1548 acontece a fundação de Salvador por Tomé de Souza que a declara como capital da colônia, também nesse ano chegam os jesuítas que trazem o barroco para o Brasil.
Também em 1548 os beneditinos que era outro grupo que tinham a finalidade de catequizar os índios e em 1584 chegam os franciscanos com o mesmo fim.
A partir da chegada dos religiosos, ocorreram manifestações artísticas dos colonizadores na Bahia, Pernambuco, São Vicente, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Paraíba.
Um dos pintores Jesuítas que temos conhecimento foi Manoel Álvares que trabalhou em Salvador em 1560, acredita-se que um dos primeiros escultores tenha sido João Gonçalvez Viana, que na primeira metade do século modelava imagens religiosas em argila.

Arquitetura
A princípio foi uma adaptação do modelo português, as primeiras construções tinham uma planta retangular com teto em plano inclinado, formado por toras cilíndricas de madeira, cobertos de palha, folhas, coqueiros e sapé.
As grandes construções desse período eram igrejas, mosteiros e fortes, haviam outros tipos de construções oficiais como alfândegas, cadeia, armazéns que eram na maioria das vezes planejados em Portugal.
Somente depois a expulsão dos holandeses é que os edifícios bem construídos surgiram.
As capelas coloniais tinham o pé direito elevado, mas não tanto como os das catedrais, as janelas possuíam uma estrutura de madeira, na medida em que caminhamos para o Barroco e o Rococó as construções mudam.

Invasão Holandesa

A invasão ocorreu em 1630, os holandeses ficam 24 anos no poder de uma área considerada grande.
Após o domínio da Espanha em Portugal, a Holanda em busca de do açucar brasileiro envia duas expedições, a primeira aportou na Bahia em 1621 e foi mal sucedida, a segunda aportou em Pernambuco em 1630 e foi bem sucedida.
Mauricio de Nassau governou as terras, juntamente com ele vieram pintores,arquitetos, escritores e naturalistas,"começou então uma grande reforma na cidade, que foi batizada de Cidade Maurícia.
Em 1630 Recife possuía menos de 200 casas, dez anos mais tarde passaria abrigar cerca de 2000 edificações, adotaram-se formas da arquitetura vigente na Metrópole, que eram dominadas pela verticalidade, dotadas de fachadas estreitas onde possuíam dois ou mais pisos.
Entre os artistas holandeses que estiveram no Brasil, podemos destacar os seguintes:

Frans Post- pintor
Aos 24 anos, recebeu o convite de Nassau para vir ao Brasil, por aqui produziu diversos trabalhos entre eles: paisagens, vistas de portos e fortificações, em sua obra podemos observar o gosto pela fauna e flora brasileira, os pintores holandeses foram os primeiros a abordar assuntos não religiosos, abaixo podemos conferir detalhe da obra intitulada: "Engenho" produzida em 1661 pelo artista.

Engenho- Frans Post



Albert Eckhout
Nasceu em Groningen, Holanda em 1610, permaneceu no Brasil de 1637 à 1644, desse pintor podemos destacar que retrata os tipos humanos que encontrou por aqui e algumas naturezas mortas, Abaixo conferimos uma montagem contento duas imagens: a obra da esquerda é intitulada "Mulher Tanairiu" (1641) e da direita "Mulher Africana"


























Apoiados por Portugal e Inglaterra, os colonos conseguem expulsar os holandeses em 1654."
(Sistema de Ensino Energia,História da Arte Brasileira)


Fonte das Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário